Zélia Duncan participa do Sempre Um Papo para lançar "Benditas coisas que eu não sei", no dia 8 de junho

Zelia Duncan - divulgação .jpeg

Com 41 anos de carreira na música, Zélia Duncan inicia agora sua trajetória como escritora, com o lançamento de “Benditas coisas que eu não sei”, que reúne uma série de histórias da sua vida pessoal e artística. É justamente sobre o livro e seu processo de escrita que a cantora vai falar no Sempre Um Papo do dia 8 de junho, quarta-feira. Após a conversa, mediada pelo jornalista Afonso Borges, Duncan participa ainda de uma sessão de autógrafos do livro. O evento ocorre presencialmente, a partir das 19h, no Auditório da Cemig, em Belo Horizonte, e é gratuito e aberto ao público.

O Sempre Um Papo é viabilizado através do patrocínio do Instituto Cultural Vale, Cemig e Usiminas, com o apoio da Rede Mater Dei de Saúde, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo. 

“Benditas coisas que eu não sei” (Editora Agir)

Em seu primeiro livro, Zélia Duncan fala de voz e silêncio, prazeres e espantos, inspirações e paixões, descobertas e criações, palco e plateia, ritmos, passos e compassos. Na obra, ela faz da narrativa uma espécie de conversa descontraída em que conta sobre sua trajetória pessoal e artística e reflete sobre sua profunda ligação com a música, tanto do lugar de artista quanto do de ouvinte. 

Através de um texto fluente e sensível, Zélia brinca, se diverte e encanta com as palavras, extraindo delas todo seu potencial expressivo e poético. A edição, que chega às livrarias em junho, conta com desenhos da própria Zélia, apresentação da poeta Alice Ruiz e resenha de quarta capa assinada pela cantora Fernanda Takai. O livro já está em pré-venda em alguns sites como SubmarinoPlay Livros e Amazon.

Sempre um Papo – 36 anos

Criado em 1986, pelo jornalista Afonso Borges, o “Sempre Um Papo” é reconhecido como um dos programas culturais de maior credibilidade do país. O projeto realiza encontros entre grandes nomes da literatura e personalidades nacionais e internacionais com o público, ao vivo, em auditórios e teatros. 

Em sua história, já ultrapassou os limites de Belo Horizonte e chegou a 30 cidades, em oito estados do país, tendo sido realizado também em Madri, na Espanha. Em 35 anos de trabalho, aconteceram mais de 7 mil eventos, que reuniram um público superior a 2 milhões de pessoas. 

Serviço:

Sempre Um Papo com Zélia Duncan

Dia 8 de junho, quarta-feira, 19h

Local: Auditório da Cemig (Av. Barbacena, 1200 - Santo Agostinho, Belo Horizonte)

Informações: www.sempreumpapo.com.br

Informações para a imprensa:

Jozane Faleiro – jozane@sempreumpapo.com.br / 31 992046367

Saiba mais sobre Zélia Duncan:

Zélia Duncan, nascida em 1964, em Niterói (RJ), é cantora, compositora e atriz. Começou a cantar profissionalmente no início dos anos 80, e sua estréia como solista aconteceu em 1987, quando ainda adotava o nome artístico Zélia Cristina. Como atriz, atuou em espetáculos como o musical “Alegria, Alegria”, em São Paulo, em 2017, e na comédia “Mordidas”, do argentino Gonzalo de Maria, em 2018.

Compõem sua vasta discografia álbuns como “Intimidade” (1996) “Sortimento” (2001), “Eu Me Transformo em Outras” (2004), “Pré Pós Tudo Bossa Band” (2005). Seu mais recente trabalho é o “Pelespírito”, de 2021, produzido durante os momentos mais desafiadores da pandemia de Covid-19. As 15 faixas que integram o álbum unem variados gêneros como folk, rock, country e blues.

 

Acompanhe Zélia Duncan em suas redes sociais: FacebookInstagramTwitter e YouTube.