Tunico Villani e Grupo karakuru fazem show em homenagem aos 300 anos de Minas Gerais 

Tunico Vellani - crédito Bruno Crepaldi

foto: Bruno Crepaldi

O percussionista Tunico Villani e o Grupo Karakuru realizam um show instrumental em homenagem aos 300 anos de Minas Gerais, no dia 2 de dezembro, às 20h, com transmissão pelos canais do Youtube, Facebook e Instagram do Bar do Museu Clube da Esquina. A apresentação, gratuita, conta com a participação de Paulo Santos (Grupo Uakti), responsável pela direção artística do primeiro CD dos artistas, lançado em 2018. Os sobrinhos e afilhados de Tunico Villani, os irmãos Salomão Villani (contra baixo) e Afonso Villani (cajon) também são convidados da live. No repertório do show estão canções com elementos do congado mineiro,  do afro-brasileiro, do  forró, do samba reggae, do maracatu e do jazz, incluindo composições de Milton Nascimento e autorais de Tunico Vilani. 

Ao todo, 14 músicas estão no set list do show, incluindo “Cio da terra”, “Cravo e canela” e “Raça”, de Milton Nascimento; “Peixinhos do mar”, de domínio público; “Black bird” e “Eleonor Rigby”, dos Beatles; “Verde com vermelho”, parceria de Tunico Villani com Podé Nastácia; e “Nayambi”, “Noite na tapera”,”Manucatu”, “Medéia”, “Vôo duplo”, “Quequé no cerrado”, ambas de Tunico Villani. 

Hábil executor de marimba, berimbau, djembê, caixas, conga e outros instrumentos de percussão, foi a partir da capoeira, onde aprendeu a jogar com vários mestres baianos e mineiros, que Tunico Villani voltou-se para a música instrumental. Seu trabalho tem forte influência do Grupo Uakti, com o qual participou de cursos e oficinas; complementado por cursos de extensão e matérias opcionais no Conservatório de Música da UFMG. Além de integrar algumas bandas de forró, samba, pop, MPB, grupos de música infantil e instrumental, Tunico Villani e professor de música para jovens e crianças de projetos sociais, como Instituto Kairós, Projeto SESI Educando Além da Escola e Querubins, onde deu aulas de 1998 a 2016. E é com os jovens que se destacaram nas oficinas que realizou nos projetos onde atuou que surgiu o Grupo Karakuru. Participam do show no dia 2 de dezembro, os integrantes do Grupo, os músicos Leléu Lima, Fred Santhi e Ronaldo Leon.

Link “Noite na tapera” - https://bit.ly/2IPnfwZ

Link “Medeia” - https://bit.ly/35JhObP

 

O show é gratuito, mas pede-se a doação voluntária para o projeto Querubins, entidade sem fins lucrativos voltada, há 25 anos, para o desenvolvimento de crianças e jovens através da arte. Ao pé da Serra do Curral, um espaço de 10.000 m², onde são oferecidas oficinas de Danças Urbanas, Dança Afro, Dança Contemporânea, Circo, Artes Visuais, Percussão, Construção de Instrumentos, Vídeo e Cinema, além das oficinas de apoio escolar, cultivo de horta orgânica e jardinagem, esportes, informática, curso de culinária para crianças e capacitação profissional para jovens e adultos. O link para doação direta ao projeto é o  https://bit.ly/3nB1K1Z .  No dia do show, será disponibilizado também o QRCode para acesso.

 

Serviço:

Show live Tunico Villani e Grupo Karakuru - “Homenagem aos 300 anos de Minas Gerais”

Dia: 2 de dezembro, quarta- feira, às 20h, gratuito

Onde: Youtube, Facebook e Instagram do Bar do Museu Clube da Esquina 

Link Youtube : https://bit.ly/3fbFkBc

Facebook e Instagram: @bardomuseuclubedaesquina

 

Informações: Instagram Tunico Villani - @tunicovillani

 

 

Informações para a imprensa:

Luz Comunicação - Jozane Faleiro 

jozane@luzcomuncacao.com.br - 31 992046367