Ricardo Carvão ensina suas técnicas de criação, no Museu de Congonhas

José Paulo Osorio

O escultor Ricardo Carvão Levy ministrou a oficina sobre as técnicas de escultura  no Museu de Congonhas no dia de 15 de outubro, para alunos da CEMEI Rosa Cordeiro e da Escola Municipal Cardoso Osório. O artista, que está com uma exposição de seu trabalho no Museu desde o mês de agosto, ensinou as crianças como expressar sentimentos em forma de arte, usando os mais diversos materiais. Ricardo também foi surpreendido pelas esculturas feitas pelos estudantes da Cardoso Osório que, inspirados no trabalho de Carvão, se tornaram pequenos artistas. 

 

A exposição “Ricardo Carvão Levy”, em cartaz até o dia 25 de outubro de 2019, traz um recorte da produção artística de Carvão, produzida na últimas quatro décadas. “A ideia é trazer um pouco da minha criação voltada para esculturas de aço, dentre elas as peças que deram origem às obras públicas, que estão em parques, praças e jardins de Belo Horizonte e outras cidades brasileiras. É uma retrospectiva do meu trabalho, desde a minha primeira exposição. Já são milhares de obras. Só nos sete primeiros anos foram 600 esculturas. Estão espalhadas pelo Brasil. Gosto de criar formas inusitadas, minha função é criar e executar, e as obras tomam seu próprio rumo”, adianta o artista.

 

 

A exposição integra o Programa Museu de Congonhas Todas as Letras e conta o patrocínio da Gerdau.