MEMORIAL VALE CELEBRA O DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE COM ESPETÁCULO INFANTIL QUE ENALTECE O UNIVERSO DAS ÁGUAS

Cantos_e_Contos_das_Águas-_Cia_Pé-de-M

Bendita

Programação também traz o “Comer, Cantar e Gargalhar”, com Beth Coutinho e a  filha e cantora, Raquel Coutinho

 

 

Na semana em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, datado em 5 de junho, o #MemorialValeEmCasa apresenta, no dia 7 de junho (domingo), às 10h, o primeiro, de uma série de três vídeos, do espetáculo musical infantil “Cantos e Contos das Águas”, com a Cia Pé-de-Moleque. A montagem  celebra o universo das águas - doces, salgadas, turvas ou límpidas -, por meio de canções, lendas, micro contos, poemas e outros repertórios narrativos que são permeados por jogos e brincadeiras. Antes, durante a semana, a partir do dia 3 junho, outras atrações inéditas estão programadas para irem ao ar nos canais do Memorial Vale na web. Destaque para a segunda aula de bordado de Isabella Brandão, da série “Bordados pelo Mundo”, na quarta-feira (3/6), quando ela ensina sobre o bordado ucraniano. E no sábado (6/6), às 13h, tem culinária, casos e músicas de Beth Coutinho, com participação da filha cantora, Raquel Coutinho. 

 

Toda a programação de vídeos é exibida pelo canal do Memorial Vale no Youtube e, para melhor localização, foram criadas playlists por temas. Todos os vídeos postados no período de isolamento social devido ao Covid-19 também podem ser encontrados para acesso mesmo depois de lançadas na web e estão na playlist “Memorial Vale em casa”. O acesso pode ser feito também pelas redes sociais do Memorial Vale.

 

Detalhes da programação #MemorialValeEmCasa - 3 a 7 de junho de 2020

Nesta quarta-feira (03/06), às 11h, Isabella Brandão, professora de bordado, com mestrado sobre a prática do bordado em Belo Horizonte no século XX,  dá continuidade à série “Bordado pelo mundo”,  ensinando as características do Bordado Ucraniano. No escopo da aula, ela conta o que é, o que temos no Brasil que se parece com o Bordado Ucraniano e vai auxiliar na produção de um marcador de livro, usando as técnicas desse tipo de  bordado. O aprendiz precisa dos materiais etamine, linha de meada, agulha e tesoura. 

 

Na quinta-feira (04/06), às 11h, estreia a atividade “Educativo em Ação”, uma série de posts que vai revelar um pouco das estratégias de mediação dos educadores do Memorial Minas Gerais Vale. A ação foi criada levando em conta que o diálogo da Educação com a Cultura é um desafio permanente para o Memorial Vale, que busca ampliar e qualificar o acesso e a vivência museal. Assim, o Educativo se constitui de modo a promover leituras e interpretações de seu espaço e seu acervo, num processo de valorização da Memória e do Patrimônio Cultural.

 

Na sexta-feira (05/06), às 10h, o Memorial Vale dedica mais uma canção a outro equipamento do Circuito, na ação criada pela rede Circuito, intitulada “Alegre seu dia com música mineira”, na qual cada espaço dedica uma canção a outro, e todos são contemplados.  A ação acontece pelo Instagram.

 

Ainda na sexta, às 14h, será postada a décima foto legenda da exposição Tempo e Patrimônio, desenvolvida pelo Educativo do Memorial Vale. Essa exposição conta a história da edificação desde sua construção até os dias de hoje.

 

No sábado (06/06), às 13h, Beth Coutinho recebe, em sua cozinha, a filha, cantora e compositora, Raquel Coutinho, no vídeo que traz o  “Comer, Cantar e Gargalhar”. Trata-se de um espetáculo hilário-culinário-musical que leva o público à uma viagem gastronômica cheia de swing. Enquanto ensina a receita da galinhada afro-mineira, Beth conta casos e canta junto com Raquel. No repertório estão as canções “Cajuína” (Caetano Veloso), “Rala o coco” (Alceu Valença), “Curiatatá" (Cantiga de Congado - domínio público) e “Me Leva” (Raquel Coutinho , Maurício Negão e Sebastian Notini”. Beth Coutinho é figura conhecida no cenário cultural de Belo Horizonte pelas histórias, sorrisos e talento inato para a culinária. Na cozinha show, Beth conta peculiaridades de sua infância, divide segredos culinários aprendidos com a mãe, canta, encanta e levanta o astral com suas risadas e tiradas hilárias. A cozinha torna-se ambiente propício para um encontro de lembranças e sabores que marcaram histórias. E são muitas… ela foi dona de um dos restaurantes mais musicais de Belo Horizonte, nos anos 90, o Café Minotauro, onde a cena cultural mineira se reunia, nomes como Tizumba, Vander Lee, Tavinho Moura, Beto Guedes, Toninho Horta, frequentavam a casa e escreviam parte da história da música mineira.

 

No domingo (07/06), às 10h, será postado o primeiro vídeo do espetáculo musical “Cantos e Contos das Águas”, com a Cia Pé-de-Moleque. A montagem foi adaptada para o formato digital, em três vídeos que serão exibidos pelo Memorial Vale nos domingos 07, 14 e 21 de junho. A estreia acontece na semana em que é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho). Este é o primeiro espetáculo de uma série que abarca os quatro elementos da natureza. A água é um desses quatro elementos e carrega em si uma gama de simbolismos que a tornam reconhecida principalmente pelo aspecto da vida intrínseco a ela. Águas doces, salgadas, turvas ou límpidas, todas já foram cenários de pequenas e grandes histórias de diferentes culturas e tradições. Na peça, o universo das águas é cantado e contado através de lendas, contos, poemas e outros repertórios narrativos, que são permeados por canções tradicionais populares e jogos musicais. No repertório estão canções de autoria da Cia Pé de Moleque e também de domínio público e que permeiam o imaginário de adultos e crianças, como “Sereia”, “O Marinheiro”, “Lenda Das Areias(História De Origem Sufi)”, “Beira Mar”, “O Vapor Da Cachoeira”, “Peixe Vivo”, “Quem Te Ensinou A Nadar”, “Sai Piaba” e “Caranguejo”. A “Lenda das Areias”, “Lenda do Peixe –Boi” e “Cobra Norato” são algumas das histórias que a Cia Pé de Moleque apresenta em um universo mítico e lúdico, numa travessia que conduz ao encontro profundo consigo mesmo.

A Cia Pé de Moleque é formada pelos atores Isaac Luis e Juliana Daher. Realiza apresentações e oficinas em eventos direcionados ao público infantil, bem como formação de educadores e público em geral que lida com a infância. Já realizou apresentações em diferentes teatros e espaços culturais da cidade de Belo Horizonte e interior de Minas Gerais, Goiás,São Paulo, além de outros países. 

 

Todas as ações do Memorial Minas Gerais Vale ao longo do período de fechamento podem ser acompanhados nos canais do espaço na web:

http://www.memorialvale.com.br

https://www.facebook.com/memorialvale  

https://www.instagram.com/memorial.vale  

https://www.youtube.com/user/memorialvale

www.memorialvale.com.br/visite/visita-virtual/

 

Hashtags usadas nas postagens do Memorial Vale na quarentena: 

#MemorialValeEmCasa 

#MuseumsAndChill 

#MemorialValeNosUne

#ValePatrocina

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

________________________________________________

Luz Comunicação - www.luzcomunicacao.com.br

Coordenação: Jozane Faleiro – 31 3567-6714 | 9.9204-6367 jozane@luzcomunicacao.com.br

Atendimento: Janine Horta – 31 9.9743-4013 - imprensa@luzcomunicacao.com.br

 

RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA – VALE

Ludymilla Sá 31 - 3916-2027 |

Ludymilla.desa@vale.com