MAIO NO MEMORIAL VALE CELEBRA A 19ª SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS:

O FUTURO DOS MUSEUS: RECUPERAR E REIMAGINAR

maria bragança foto nova créditos Ricard

Foto: Ricarda Nicks

O Memorial Vale traz em maio programação que celebra a 19ª Semana Nacional de Museus – “O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar”, com a realização de webinário, oficina, e reflexões sobre a importância dos museus. Uma live de contação de histórias e um musical infantil vão encantar crianças e adultos. Teatro e música também serão atrações com os projetos Diversidade Periférica e Memorial Instrumental. As apresentações continuam online, seguindo o planejamento do #MemorialValeEmCasa, feitas pelo Youtube, nas redes sociais do espaço (facebook e instagram) e no site. As transmissões feitas pelo Youtube ficam disponíveis permanentemente no canal do Memorial.

 

Confira a programação:

 

05/05 – SEMENTES DA DIÁSPORA (05,12, 19 e 26/05)

Todas as quartas-feiras, às 11 horas, o Educativo realiza a instalação “Sementes da Diáspora”. Iniciada em 2019, a ação consiste numa instalação na qual a partir de cards (envelopes com sementes de plantas de origem africana estampados com imagens e informações sobre personalidades afro) instalados no Baobá construído pelo Educativo, o visitante é convidado a “colher” essas sementes e refletir sobre o apagamento do protagonismo negro na nossa história. Nesses tempos de distanciamento por causa da pandemia, a ação continua de forma virtual, nas redes sociais do Memorial Vale e possui legenda descritiva das imagens.

 

07/05 – DICAS PRETAS (07, 14, 21 e 28/05)

Às sextas-feiras, às 10 horas, o Educativo divulga as “Dicas Pretas”. São pílulas, com dicas de livros, filmes, etc. com temática étnico racial e produzida por pessoas negras, dando um destaque para produções literárias destinadas ao público infantil. O objetivo é contribuir para discussões sobre as questões étnico raciais, trazendo indicações de conteúdo que ajudem a refletir e conhecer mais sobre a identidade negra. A ação acontece no Instagram do Memorial Vale e possui legenda descritiva das imagens.

 

08/05 – LIVE: “CRIANDO MEMÓRIAS PARA SEMPRE, BRINCADEIRAS PARA MÃES E FILHOS”, COM RÚBIA MESQUITA

No dia 8 de maio, sábado, às 10 horas, para comemorar o Dia das Mães, a educadora e contadora de histórias Rúbia Mesquita preparou uma live especial para mães e filhos, cheia de boas brincadeiras que criam memórias afetivas, resgatam o sorriso, e mostram que o melhor presente é a presença de quem amamos. O evento integra o projeto “Eu, Criança, no Museu!”, do Memorial Vale.

 

Rúbia é educadora, contadora de histórias e mãe do Theo. Graduou-se em Artes Cênicas, especialista em Educação, Comunicação e Tecnologia, fez magistério e foi professora de educação infantil. Foi apresentadora do programa infantil TVX durante 11 anos. Agora tem seu canal próprio no Youtube onde conta histórias e faz as crianças aprenderem brincando. Autora do livro infantil "1,2,3 Contos de Uma vez", cantora do CD "É Brincadeira!", realiza shows para crianças, ministra cursos de capacitação para educadores sobre a importância das histórias e das brincadeiras na educação. Durante a quarentena apresentou mais de 100 lives para crianças, realizou vários cursos online para empresas e mães como o tema sobre o desenvolvimento infantil e como ter uma maternidade mais leve, sem neuras.

 

13/05 – ENCONTRO VIRTUAL TURISMO E MUSEU

No dia 13 de maio, quinta-feira, às 16 horas, o Educativo do Memorial Vale celebra o Dia do Guia de Turismo (10/05) e convida esses profissionais para um encontro virtual para fortalecer o diálogo entre Turismo e Museu. Nesse encontro será possível conhecer um pouco mais o trabalho do Educativo, potencialidades do Memorial e será também um momento para trocas de ideias e informações. É necessário inscrição pelo tel: 31 3343-7317. Vagas limitadas. O evento acontecerá via Google Meet e integra a 19ª Semana Nacional de Museus - O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar.

 

17/05 – CASA MEMÓRIA

No dia 17 de maio, segunda-feira, às 14 horas, o Educativo do Memorial Vale convida o público a pensar sobre a origem dos museus. Com as perguntas “Já ouviu falar dos Gabinetes de Curiosidades? Guarda algum objeto de valor sentimental ou que simplesmente é interessante para você? Como imagina os museus e espaços de memória pós-pandemia?” o Educativo estimula o público a participar, contando sobre coleções que faz em casa e dizendo o que espera dos museus no futuro. A transmissão será feita pelo Instagram e integra a 19ª Semana Nacional de Museus - O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar.

 

18/05 e 20/05 – WEBINÁRIO “ESPAÇOS CULTURAIS – O FUTURO DE UM PASSADO RECENTE?”

Para celebrar a 19ª Semana Nacional dos Museus, o Memorial Minas Gerais Vale apresenta o webinário “Espaços Culturais - o futuro de um passado recente?”, realizado pelo Instituto Cultural Vale, em conjunto com seus 4 espaços - Museu Vale (ES), Memorial Minas Gerais Vale (MG), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa de Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Serão duas rodas de conversa, nos dias 18 e 20 de maio, das 17 às 18 horas. Diante da pandemia e para os novos tempos que virão serão abordadas questões como: existe um futuro para as instituições culturais e para os museus em especial? Com quem dialogam? Quais memórias, materiais ou imateriais estão em jogo? Qual o papel da tecnologia e das mídias nas formas de interlocução? E os artistas e produtores culturais, como têm sido e como poderá ser a sua participação?

 

No dia 18 a conversa será entre o neurocientista Sidarta Ribeiro e o museólogo Cícero Almeida. E no dia 20 os debatedores serão o professor de museologia Bruno Brulon e a curadora de arte Adélia Borges. A mediação será feita pelo filósofo Fernando Pessoa, que participa da linha de pesquisa do CNPq “Pensamento e linguagem”, com estudos em Nietzsche e Heidegger, principalmente nos temas linguagem, verdade, liberdade, arte e poesia.

 

20/05 e 21/05 – OFICINA NARRATIVA DE PERCURSO

Nos dias 20 e 21 de maio, quinta e sexta, das 10h às 11h30 horas, o Educativo do Memorial Vale propõe ao público a feitura e o registro de um diário de bordo que permitirá imprimir ideias por meio da escrita, desenhos, cores, texturas, fotografias e colagens, com a pergunta: “o que você registraria sobre o seu dia a dia? Reflexões, projetos, devaneios?” O resultado se dará em várias percepções do atual presente para um futuro próximo ou longínquo. A oficina é para pessoas a partir de 16 anos e acontecerá pelo Google Meet. É necessário fazer inscrição pelo telefone 31 3343-7317. Vagas limitadas. O evento integra a 19ª Semana Nacional de Museus - O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar.

 

22/05 – "QUEM CANTA...", COM GRUPO ORIUNDO DE TEATRO

No dia 22 de maio, sábado, às 10 horas, o Memorial Vale apresenta a peça “Quem canta...” em que o Grupo Oriundo de Teatro apresenta composições que divertem a criançada, resgatam brincadeiras e relatam vivências da infância. A apresentação integra o projeto “Eu, Criança, no Museu!”, do Memorial Vale.

 

O Grupo Oriundo de Teatro é composto por Enedson Gomes (ator), Isabela Arvelos (atriz), Pâmella Rosa (atriz), Tatá Santana (ator e compositor) e Anna Campos (diretora e produtora). Após algumas experiências com colaboração de diferentes atores e diretores, o grupo configurou-se em 2007, quando Anna Campos e Enedson Gomes se uniram para montar um espetáculo escrito e dirigido por Antonio Hildebrando. “O Lustre” ganhou grande repercussão na crítica no público mineiro, abrindo portas para o coletivo que acabava de nascer. O espetáculo garantiu reconhecimento da imprensa e dos espectadores ao cumprir agenda de apresentações em diversas cidades e festivais nacionais e internacionais .O Grupo Oriundo de Teatro sempre reservou um espaço especial para a música em seus trabalhos. Agora, o grupo dá um passo à frente fazendo da música a protagonista, mas sem abrir mão da dramaturgia, dos atores e dos elementos teatrais em cena.

 

28/05 – “ME TORNEI O PROFESSOR QUE EU QUERIA TER”, COM RONY MORAIS

No dia 28 de maio, sexta-feira, às 20 horas, o projeto Diversidade Periférica traz ao Memorial Vale a peça “Me tornei o professor que eu queria ter”, com Rony Morais. O espetáculo é um mergulho na trajetória e na busca pela sobrevivência da criança Ronivaldo Morais dos Santos, da periferia de Pará de Minas, até se tornar o artista referência para a cidade como ator e educador. O projeto Diversidade Periférica tem curadoria de Patrícia Alencar.

 

Rony Morais é ator, diretor, bailarino, palestrante e professor de teatro na rede municipal de Pará de Minas desde 2020. Formado pela Faculdade de Pará de Minas (Fapam), cursou Pedagogia do Movimento para o ensino da Dança na UFMG e fez parte da Missaka Escola de Dança. Há 21 anos fundou o projeto Teatro na Educação trabalhando o potencial de comunicação de crianças e jovens da periferia. Cria e leva espetáculos e palestras educativas para professores e empresas utilizando sempre o viés de desenvolvimento humano.

 

O projeto Diversidade Periférica traz mensalmente para o Memorial Minas Gerais Vale uma programação artística-cultural com conteúdos que mergulham na trajetória ancestral dos becos e vielas do espaço de saber chamado Favela, e também das comunidades de periferia de Belo Horizonte e vizinhanças.

 

Patrícia Alencar, curadora do Diversidade Periférica, é mineira nascida na Favela do Morro do Papagaio, em Belo Horizonte. É ativista social, gestora cultural, arte educadora e dançarina, engajada na luta contra o racismo e pela igualdade social, desenvolve suas atividades desde 1998. Hoje é uma das Diretoras da CUFA (Central Única de Favelas), co-fundadora da Frente Favela Brasil e também faz parte da Associação Sócio Cultural Bataka. Produziu eventos de relevância para Belo Horizonte, como o Dia das Favelas, Taça das Favelas, Carnafavela, Hip Hop Rua, entre outros. Sua atuação tem como premissa a transformação social por meio das artes e por meio do protagonismo de moradores de favelas.

 

30/05 – (RE)LEMBRANDO O MUSEU E (RE)IMAGINANDO O FUTURO

No dia 30 de maio, domingo, às 10 horas, o Educativo do Memorial Vale propõe uma viagem ao passado, às lembranças da vida, pensando no contato do museu com o público para perguntar: como será o futuro dos museus? Quais são as lembranças mais marcantes que temos das visitas ao museu? Como podemos imaginar o futuro do museu através das vivências do público? Essa reflexão será feita em um post no Instagram do Memorial Vale e integra a 19ª Semana Nacional de Museus - O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar.

 

30/05 – MARIA BRAGANÇA TRIO

No dia 30 de maio, domingo, às 11 horas, o Memorial Vale traz o show de Maria Bragança Trio dentro do projeto Memorial Instrumental, que neste ano homenageia as mulheres. Maria Bragança faz uma mistura do jazz e canções folclóricas tradicionais brasileiras, com elementos da música clássica e contemporânea. No repertório, Doralice, de Dorival Caymmi; Minha Saudades, de Joao Donato; Voce e eu, Carlos Lyra; Forró Brasil, Hermeto Pascoal; Canção do Sal, Milton Nascimento; Bye Bye Brasil, Chico Buarque de Holanda; Flor de Abacate, Alvará Sandim; Doce de Coco, Jacob do Bandolim; Barefoot, Eliane Elias; Memórias Melancólicas Melancias, Maria Braganca; Amazonas, Joao Donato; Segura Ele, Pixinguinha; Só Danço Samba, Tom Jobim; Barro Oco, Maria Bragança e Caxi Rajão. A saxofonista se apresenta ao lado de Everton Coroné, no acordeon e Daniel Guedes na percussão. O Memorial Instrumental tem curadoria de Juliana Nogueira.

 

Maria Bragança pertence à geração de sucesso de músicos brasileiros que tocam música contemporânea. Nasceu em Itabira, Minas Gerais e estudou música no Brasil e na Alemanha. Divide seu tempo entre Alemanha e Brasil. Iniciou seus estudos em Belo Horizonte, em 1978 e tocou na Orquestra Sinfônica Jovem da Cidade de São Paulo. Lá, ela avançou sua educação na escola de música. Mais tarde ela se formou como saxofonista de concertos na Music Academy Robert Schumann, em Dusseldorf.

 

Iniciada em março de 2020, a série Memorial Instrumental foi aberta com show em trio em homenagem às mulheres, formado pelos músicos Christiano Caldas (piano), Lincoln Cheib (bateria) e Stephan Kurmann (contrabaixo acústico). Logo após o primeiro show houve uma pausa em função da pandemia. E depois de alguns meses, veio a retomada de forma on-line. No período de junho a dezembro foram realizados, mensalmente, shows com nomes da música instrumental de Belo Horizonte levando até ao público as possibilidades sonoras de instrumentos variados, tocados por músicos de diversas gerações. Em 2021, a série será dedicada às mulheres.

 

31/05 – COMO VOCÊ IMAGINA OU GOSTARIA QUE FOSSEM OS MUSEUS NO FUTURO?

No dia 31 de maio, segunda-feira, às 14 horas, o Educativo do Memorial Vale reunirá falas e narrativas de pessoas diversas para responder às perguntas: para quem será o futuro dos museus? O que ou quem recuperar? Como será o futuro dos museus? A ação será desenvolvida em um post no Instagram e integra a 19ª Semana Nacional de Museus - O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar.

 

 

Memorial Vale na web:

http://www.memorialvale.com.br

https://www.facebook.com/memorialvale 

https://www.instagram.com/memorial.vale 

https://www.youtube.com/user/memorialvale

www.memorialvale.com.br/visite/visita-virtual/

 

Hashtags usadas nas postagens do Memorial Vale na quarentena:

#MemorialValeEmCasa

#MuseumsAndChill

#MemorialValeNosUne

#ValePatrocina

 

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

________________________________________________

Luz Comunicação - www.luzcomunicacao.com.br

Coordenação: Jozane Faleiro – 31 3567-6714 | 9.9204-6367 jozane@luzcomunicacao.com.br

Atendimento: Janine Horta – 31 9.71448232 - imprensa@luzcomunicacao.com.br

 

RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA – VALE

Ludymilla Sá 31 - 3916-2027 |

Ludymilla.desa@vale.com