Foto: Guto Muniz

MEMORIAL MINAS GERAIS VALE APRESENTA MAIS DE DEZ 

ATRAÇÕES ESPECIAIS NO MÊS DE JUNHO

 

O clássico “A bonequinha preta”, exposição que une moda e fotografia, palestra sobre bordado e shows são algumas das atividades gratuitas que devem movimentar o museu

 

O Memorial Minas Gerais Vale – no Circuito Cultural Praça da Liberdade, está com programação variada para o mês de junho. As atrações vão desde shows, performance e teatro, a lançamento de livro, apresentação infantil, palestras de dança e bordado, passando ainda por exposições e ações educativas e interativas. O Memorial fica na Praça da Liberdade, 640 – Funcionários, esquina com Rua Gonçalves Dias. A entrada em todas as atrações é gratuita e sujeita a lotação.

 

Já no primeiro fim de semana, no dia 6 (sábado), das 10h às 17h, o projeto Cena Vestida une a criatividade da estilista Silma Dornas ao olhar atento do fotógrafo Guto Muniz. Cenas de espetáculos  registradas por Guto ao longo de sua carreira estarão estampadas em peças de vestuário criadas, com exclusividade, por Silma. A partir deste mês de junho, o Cena Vestida passa a ocupar o Memorial Vale um sábado por mês, com peças criadas a partir de fotos de eventos que integraram a programação cultural do museu nos últimos anos.

 

Depois de passar pela exposição, também no dia 6, às 16h, uma parada para curtir o show Rabeca N' Roll, com Leo Brasil. O músico apresenta releituras do CD Canção Visionária, lançado em 2013, incluindo novas composições que farão parte de seu próximo trabalho: Rumo ao Raro.  A apresentação conta com participação especial do rabequista, bandolinista e sanfoneiro Rodrigo Salvador e da cantora Karina Libânio. “Misturamos a sonoridade de Pernambuco, do Jequitinhonha e o rock brasileiro, a gaita de blues com a sanfona e, metaforicamente falando, fusionamos Mestre Salu com o blues ‘sertânico’ de Zé Coco do Riachão”, adianta Leo Brasil.

 

As crianças são convidadas especiais do domingo, 7, às 11h, para assistir o clássico da literatura infantil A Bonequinha Preta, de Alaíde Lisboa de Oliveira. A história que encanta gerações há mais de 70 anos, conta a aventura de uma boneca que, mesmo advertida pela menina Mariazinha a ficar bem quietinha, cai da janela ao tentar ver o gato que passava pela rua. De um jeito bem humorado e musical, o grupo Casa de Lua apresenta a história para toda a família. 

 

Nos palcos do Memorial Minas Gerais Vale, a Toque Cia. de Teatro apresenta Nódoa, em duas sessões: dia 13/6, às 16h (sábado) e dia 14/6, às 11h (domingo). O grupo, que nasceu da arte de alunos da Universidade Federal de Minas Gerais, representa os registros da memória da senhora Gonçalina, uma senhora de 87 anos que sofre os devaneios causados pela Doença de Alzheimer. Para compartilhar  o  processo de criação do ‘teatro documentário’, está prevista oficina  no dia 23/6, das 10h30 às 12h, também no Memorial Vale, mediante inscrição prévia.

 

 

 

No dia 18/6 (quinta-feira) é a vez  do lançamento do livro “Ensino de Arte e a Educação para o Século 21”, fruto do investimento que o Instituto Ayrton Senna realiza, desde 1999, no campo do Ensino de Arte. A obra apresenta um conjunto de referências que podem dar subsídio ao trabalho de arte-educadores e gestores escolares; relatos de experiências elaborados por arte-educadores de organizações parceiras do Instituto; e Planos de Aula que exemplificam algumas das possibilidades de concretizar, em sala de aula, tais referências. O lançamento será às 19h, no auditório do Memorial.

 

Duas atrações estão previstas para o sábado, 20/6. Às 11h, Ramanery apresenta a performance Vinus – Série Esmalte, que discute  o gênero como linguagem e proposta de corpo. O artista vai trabalhar o corpo em proposições que conduzem o espectador a visitar o sagrado e o profano, o masculino e o feminino, o possível e o impossível. Já às 16h, os amantes da boa música poderão prestigiar a Geraes Big Band, que convida Vittor Santos para apresentação especial. Arranjador, compositor, trombonista e produtor, Vittor Santos iniciou carreira profissional aos 14 anos e vem participando como instrumentista ou arranjador em discos e shows de artistas como Chico Buarque de Hollanda, Caetano Veloso, Gal Costa, Moraes Moreira, Elza Soares, Ivan Lins e Ed Motta, entre outros. O show integra as ações comemorativas dos 90 anos da Escola de Música da UFMG.

 

Ainda no quesito música, o espetáculo “Dandai" reúne canções populares  e danças instrumentais no dia 21/6 (domingo), às 11h. O músico Dandai se apresenta na voz e violão ao lado de Rodney Costa, no contrabaixo, e Adriano Pimentel, no trompete e percussão. A instrumentação leve acompanha as letras que  tratam do cotidiano e enaltecem a natureza, o amor e a poesia. 

 

No dia 27/6, sábado, serão realizadas duas palestras no Memorial Minas Gerais Vale. “Memória do Bordado, Bordar a Memória” é o tema do primeiro encontro, que ocorre das 10h às 12h30 com a professora e pesquisadora Maria do Carmo Guimarães Pereira. A ação é uma iniciativa da Associação pela Preservação da Arte do Bordado e marca o início de suas atividades com a palestra, além de contação de histórias e exposição. Em  paralelo, das 11h às 12h30, é a vez de ampliar o conhecimento de quem gosta de dança. A palestra “Improvisação: Criação no Instante”, com a coordenadora do curso Dança: criação, improvisação e ensino da PUC Minas, Paola Rettore, vem seguida de improvisação em tempo real, das 13h às 13h30, na Praça da Liberdade, com Dudude Hermann e os alunos do  curso.

 

EXPOSIÇÕES

Sob a curadoria de Tibério Franca, o Café do Memorial abriga a exposição fotográfica “De pai pra filha - Fotografias de Ilana Lansky”, até 2 de agosto. A mostra apresenta um recorte no universo de interesse da fotógrafa, apresentando imagens de sua infância em Israel, onde nasceu, reportagens jornalísticas, coberturas sociais e pesquisas autorais com fotografias pintadas à mão, a exemplo dos fotógrafos do início do século passado. 

 

Já encerrando a temporada de exposições dos Jovens Artistas Mineiros – edital 2014-2015, “Fachada”, de C.L. Salvaro, e “Célula/vaga”, de Daniella Domingues, ocupam as salas de exposições temporárias até 2 de agosto. C.L. Salvaro, com “Fachada”, aborda os territórios e as espacialidades relacionando as tramas da memória, o patrimônio cultural e as ressignificação típicas do tempo presente. Com uma instalação site-specific, o artista recria a fachada do Memorial Minas Gerais Vale e a relaciona com o atual prédio da Secretaria de Estado da Fazenda. Já Daniella Domingues, com “Célula/vaga”, cria um dispositivo que aparece em vídeo, desenhos e diagramas para refletir as questões típicas do urbano em torno das dualidades mobilidade-repouso, veículo-estacionamento. O dispositivo proposto pela artista abre outras possibilidades de ocupar, com novos sentidos e usos, o estacionamento, revelando com isto as dualidades, os paradoxos e as tensões entre espaços ocupados e vazios.

 

LER + VER

Todos os sábados do mês de junho, às 16h, as ações educativas do Memorial Minas Gerais Vale voltam-se para a literatura e dialogam com diversas formas do fazer artístico. A atividade Reminiscências parte da premissa de que ler é conceber sentido, fazer abstrações e conexões com o seu contexto. Assim, a partir de fotografias antigas, a prática estimula o visitante a refletir e criar narrativas baseadas em suas experiências pessoais e coletivas, apropriando-se das reminiscências do outro. Com uma máquina de escrever e uma folha em branco é sugerida a inserção do visitante na história. O local para realização da atividade não poderia ser mais apropriado: a Sala da Fazenda Mineira.


EXPERIÊNCIAS NO MEMORIAL

Também aos sábados – às 11h, 13h e 15h, o Educativo do Memorial propõe ações em alguns espaços expositivos com a intenção de provocar diálogos e encontros que ampliem os sentidos e a imaginação do público. Já aos domingos, são realizadas visitas mediadas com grupos de até 10 pessoas, sempre às 11h, 12h, 13h, 14h e 14h30, com duração de uma hora cada. 

SERVIÇO

Programação de junho do Memorial Minas Gerais Vale

Entrada gratuita. Sujeita a lotação.

 

MEMORIAL MINAS GERAIS VALE

Endereço: Praça da Liberdade, 640, esq. Gonçalves Dias 

Horário de funcionamento: terças, quartas, sextas e sábados, das 10h às 17h30, com permanência até as 18h. Quintas, das 10h às 21h30, com permanência até as 22h. Domingos, das 10h às 15h30, com permanência até as 16h. 

http://www.memorialvale.com.br

https://www.facebook.com/memorialvale  

https://www.youtube.com/user/memorialvale 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA _________________________________________________________

 

Luz Comunicação

Atendimento: Letícia Bessa – (31) 9793-2491 

assessoria@jozanefaleiro.com 

 

Coordenação: Jozane Faleiro – (31) 3567-6714 - 8828-0906 - 9204-6367

jozane@luzcomunicacao.com.br

 

RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA – VALE

Christiano Borges – (31) 3916-2025 | 8478-4374

christiano.borges@vale.com