Flitabira abre nesta quarta-feira (27/10) e inova com atividades presenciais e digitais, ao vivo e simultâneas 

Marujada - congado - foto Stael Azevedo.jpeg

Stael Azevedo

Programação presencial inclui cortejo, cerimônia com a presença do prefeito Marco Antônio Lage, concerto de sinos, recital de poemas com Kakay e apresentação de grupo de dança Primeiro Ato

 

O Flitabira - Festival Literário Internacional de Itabira -, realizado com o patrocínio do Instituto Cultural Vale,  tem abertura oficial nesta  quarta-feira, dia 27 de outubro de 2021, à partir das 17h. A programação presencial é gratuita e aberta ao público, sendo obrigatório a apresentação do cartão de vacinação do Covid-19 para acesso ao evento, que tem estrutura montada na Praça do Centenário. Crianças não vacinadas podem comparecer, seguindo o protocolo de uso de máscaras. Não é necessária a retirada de ingressos para o festival.

 

Essa é a primeira edição do Flitabira, que segue até o dia 31 de outubro, domingo, em formato digital e presencial, alternados e simultâneos. São mais de 100 convidados na programação que inclui debates, palestras, leituras, exposição, dança, teatro, música e gastronomia. O protagonismo do festival é dedicado ao maior poeta brasileiro, Carlos Drummond de Andrade, filho de Itabira. O tema que vai nortear o evento é “A Pedra e o Sino”, numa alusão ao poema mais importante do século 20, representando importantes simbologias nos diversos contextos políticos e sociais.

 

Abaixo a programação de abertura (27/10, quarta-feira)

 

17h – O Congado Cortejo Marujadas abre o Flitabira em passeio saindo da Igreja do Rosário dos Homens Pretos em direção à Praça do Centenário, com previsão de chegada às 18h, quando será liberado o acesso ao espaço literário-gastronômico ali instalado; 

 

18h -  Danilo Miranda (Sesc SP) e Luiz Eduardo Osorio (Instituto Cultural Vale) conversam sobre “Cultura Pós-Pandemia”. Afonso Borges fará a mediação, em transmissão ao vivo, gerada da Casa de Drummond e transmitida nas redes do Festival e no telão montado no evento;

 

19h – Em edição inédita, Mia Couto conversa com Afonso Borges sobre o seu mais recente livro, “O Mapeador de Ausências”, onde fala de sua terra natal, Beira, em Moçambique, comparando com Itabira. Digital, com acesso pelas redes do Festival; 

 

20h – Da Catedral Nossa Senhora do Rosário, onde está o Sino Elias, o Mestre Sineiro Thiago Neves vem de Ouro Preto, exclusivamente para um concerto de sinos; 

 

20h10 – Do Palco Principal, montando no evento, Cerimônia de Abertura,  com as presenças do Prefeito Municipal, Marco Antônio Lage, da Gerente Executiva de Investimento Social e Cultural da Vale, Flavia Constant  e do Coordenador Geral do Festival, Afonso Borges;

 

20h30 – Do Palco Principal,  montado no evento, Antonio Carlos de Almeida Castro (Kakay) fala poemas de Drummond e Mia Couto, presencialmente;

 

21h – Do Palco Principal, montando no evento, o  Grupo de Dança Primeiro Ato apresenta o espetáculo “Sem Lugar”, baseado na obra de Carlos Drummond de Andrade, presencialmente; 

 

Enquanto acontecem as atividades presenciais, nas redes do @flitabira rodam uma homenagem à Mia Couto, com a reprise de diversos debates mediados por Afonso Borges.

 

Serviço: Flitabira - Festival Literário Internacional de Itabira 

Presencial Flitabira: Praça do Centenário, Itabira/MG

Digital Flitabira: Redes do @Flitabira – Youtube, Facebook e Instagram.

 

Programação atualizada no flitabira.com.br

 

Informações para a imprensa:

Jozane Faleiro - jozane@sempreumpapo.com.br - 31 992046367