Criolo faz show no Luau - Bar do Marcinho,
em Macacos, dia 7 de maio

 

O cantor Criolo é um dos convidados para o primeiro Luau - Bar do Marcinho, em Macacos, um local em meio à natureza. A ideia é que o público renove as energias ao som das canções da turnê #AindaHáTempo, na qual ele retorna ao formato clássico do hiphop, com DJ e MC no palco (os DJs DanDan e Marco o acompanham). O evento conta também com o shows: de reggae de Ben Roots; do  trio de DJs do Discopédia, DanDan (Criolo/Rinha dos MCs), Marco (Céu/Sintonia) e Nyack (Emicida); e do DJ Alex C (Funk-se). O Luau ocorre no dia 7 de maio, sábado, a partir das 20h.

 

Criolo faz uma reapresentação de seu primeiro álbum, “Ainda Há Tempo”, lançado em 2006, que é hoje considerado um disco fundamental na história do rap brasileiro. Alexandre Orion fica por conta da beleza estética do espetáculo, com animações lisérgicas de LED; e Daniel Ganjaman pilota a mesa de som, mixando, ao vivo, com técnicas dos soundsystems de reggae e dos live P.A.s de música eletrônica.

 

 

#AindaHáTempo

 

Muita gente não sabe, mas antes de lançar os aclamados “Nó Na Orelha” e “Convoque Seu Buda”, Criolo já tinha um disco clássico. “Ainda Há Tempo”, lançado em 2006. “Naquela época, existia uma cena em construção, e a gente estava no meio: não se encaixava nem no chamado gangsta, nem exatamente no dito underground”, conta o artista. Como todos os projetos do Criolo que vem a público, sua nova turnê é mais ambiciosa do que à primeira vista possa parecer. A série de shows baseada em seu primeiro disco vem no formato clássico do hip hop, com DJ e MC no palco — e ao mesmo tempo é muito mais do que isto, e não só por conta do esmerado projeto cênico.

Daniel Ganjaman, diretor artístico e musical do espetáculo, conta: “Tudo foi se moldando de acordo com o que cada um tinha na mão, e organicamente tomando um rumo”. O cenário, uma paisagem móvel de tela de LED, foi imaginado pelo artista plástico Alexandre Órion, que fez as engenhosas e lisérgicas animações que acompanham o fluxo contínuo de canções e moldam a experiência ao vivo.

O show traz uma miríade de novas interpretações pros raps de dez anos atrás, e não apenas um retorno saudosista ao artista quando ele ainda atendia por Criolo Doido. É uma releitura audiovisual do que aconteceu em sua vida até chegar ali. E ele espera que isto signifique mais uma contribuição sua pra cultura Hip Hop e pra música brasileira.

Assim como na época de feitura, e também por conta disso, a releitura destes raps apresenta uma dificuldade técnica em sua realização: não existem mais as masters originais, então não há como abrir as sessões de áudio para adequar as composições aos padrões sonoros atuais dos equipamentos de espetáculo. Criolo relembra: “Não tinha internet, não tinha telefone na casa das pessoas. Quem têm 20 ou 25 não faz a mínima ideia de como foi. E isso não quer dizer que a gente seja melhor ou pior que ninguém. Apenas que quero dividir o esforço incansável de como era ser esse rap na virada do milênio – que é o me trouxe aqui”. Como antes, a solução foi criativa e inclusiva: alistar uma renca de novos e talentosos produtores de rap brasileiro para recriar algumas das batidas, com acabamento final de Daniel Ganjaman, que também assinará beats do disco em parceria com Marcelo Cabral.

“O mundo mudou – tem letra escrita dez anos atrás, tem música com 20 anos – mas há uma mesma essência. Era um meio hostil, e quando cada um tá tentando sobreviver no seu microcosmo, não percebe muitas possibilidades. Só que quando alguém te dá uma oportunidade, ninguém sabe o que vai acontecer, e outras portas na sua mente se abrem. Pensei que seria bom confraternizar com as pessoas. Ativar sensores”, finaliza Criolo. Novamente, é a ambição como característica e fruir artístico, como desejo bom, livre da mesquinhez. “Retornar pra essa parada traz combustível pro chicote estralar de novo”, diz Ganja.

 

Clipe “Ainda há tempo” - https://www.youtube.com/watch?v=AUXgk2IW5cs&nohtml5=False

 

Site oficial: www.criolo.net

Músicas: https://soundcloud.com/criolo_oficial

Áudio “Ainda há tempo”, lançado em 8/4/2016:

https://www.youtube.com/watch?v=3rUqUmJrgl8&nohtml5=False

 

Ben Roots

O cantor mineiro é o convidado para abrir o show de Criolo Artista, no Luau - Bar do Marcinho. Artista do gênero Pop-Reggae, iniciou sua carreira em 2007, e lançou seu primeiro CD gravado em estúdio, “Aprendiz”, em 2009. Seu segundo CD, “Auto-Retrato”, veio em 2012, e contou com convidados especiais como Mark Lambert, Ricardo Fiúza e Marcelinho Guerra.

 

Discopédia

O Discopédia foi idealizado há três anos pelos DJ`s DanDan (Criolo/Rinha dos MCs), Marco (Céu/Sintonia) e Nyack (Emicida), e tem por objetivo resgatar a essência do uso do vinil. A trinca prepara, a cada encontro, um set diversificado, com música de qualidade que percorrem do Soul ao Rap Nacional, passando pelo Samba, Funk, R&B e MPB. Os Djs DanDan e Marco acompanham Criolo na turnê #AindaHáTempo.

 

SERVIÇO

Luau - Bar do Marcinho apresenta Criolo na turnê #AindaHáTempo

Classificação: 18 anos

Data: 7 de maio de 2016, sábado, às 20h

Local: Bar do Marcinho, Rua Estrada de Acesso, s/n - Macacos

Preços:

Lote promocional: R$40,00 (ESGOTADO) 1º lote: R$50,00   / 2º lote: R$60,00

Locais de venda:

www.sympla.com/macacoprego

Loja Reggae Nation - Rua Fernandes Tourinho, 35, loja 108, Savassi

 

Realização: Macaco Prego Art & Culture

Rede Social:

https://www.facebook.com/macacopregocultura

https://www.facebook.com/luaudomarcinho/

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Luz Comunicação - www.luzcomunicacao.com.br

Jozane Faleiro -(31) 3567-6714 | 9.9402-6367 | jozane@luzcomunicacao.com.br

Foto: Divulgação