BNDES aprova recusos para restaurar espaço cultural de Congonhas, Minas Gerais

Cine_Teatro_Leon_fachada_atual_-_Divulga
Perspectiva Cine Teatro Leon - P1 - FACH

   Um total de R$ 5,2 milhões não reembolsáveis permitirá transformar o primeiro cinema da cidade em moderno espaço cultural 

   O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o repasse de R$ 5,2 milhões em favor da Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo de Congonhas – FUMCULT. Os recursos, não reembolsáveis, se destinam a restaurar e requalificar o Cine Teatro Leon, primeiro e importante equipamento cultural situado no Centro daquela cidade histórica de Minas Gerais. 

   Os recursos, provenientes do BNDES Fundo Cultural, foram divididos em dois subcréditos: o primeiro, de R$ 5 milhões, se destina à revitalização do patrimônio histórico e cultural de Congonhas, através da restauração do Cine Leon, cujo projeto, aprovado pelo IPHAN, vai transformá-lo num espaço multiuso, com tecnologia moderna, embora preservando suas características arquitetônicas. 

   O segundo subcrédito, de R$ 192 mil, será utilizado para a elaboração do estudo de impactos socioeconômicos do projeto de restauração do Cine Leon, contribuindo para estruturar uma metodologia a ser aplicada na preservação do patrimônio cultural e na revitalização de outros sítios históricos preservados no município de Congonhas. 

   A Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo é responsável pelo patrimônio histórico e artístico de Congonhas e pelos eventos culturais municipais. É, também, a Fundação que tem a responsabilidade de gerenciar os vários museus da cidade, entre os quais o Museu de Congonhas, inaugurado recentemente e executado em parceria com a UNESCO, IPHAN, Prefeitura Municipal e recursos do BNDES e de outros patrocinadores, através das Leis de Incentivo Social.

Informações para a imprensa

Luz Comunicação - www.luzcomunicacao.com.br

Jozane Faleiro - jozane@luzcomunicacao.com.br - 31 992046367