TEATRO NEGRO E ATITUDE APRESENTA “À SOMBRA DA GOIABEIRA”

 NO MEMORIAL VALE

Pablo Bernardo

A companhia Teatro Negro e Atitude encena no Memorial Vale o espetáculo “À Sombra da Goiabeira”, no dia 23 de janeiro, quinta, às 19 horas. A peça conta a história de rupturas na relação entre um pai e um filho – homens negros – que, após treze anos sem se falarem, reencontram-se à sombra de uma goiabeira no terreiro dos fundos de sua velha casa. É uma história formada por afetos e desafetos, memórias e cisões. Este evento integra o projeto Diversidade Periférica, do Memorial Minas Gerais Vale. A entrada é gratuita, sujeita a lotação, com retirada de senhas uma hora antes do evento. O Memorial Vale fica em Belo Horizonte, na Praça da Liberdade, 640, esquina com Gonçalves Dias.

 

Criado em 1993, o Teatro Negro e Atitude é um grupo dedicado a um teatro que beba e se alimente nas manifestações da cultura popular brasileira de matriz africana. O objetivo é a criação de uma linguagem que difunda e valorize a diversidade cultural do país; investigando textualidades, corporeidades e musicalidades existentes na cultura afro-brasileira e seu emprego no fazer teatral. Trabalha desde a poética de seus espetáculos até o treinamento dos atores, num processo de “descolonização do corpo”. Assim, o grupo desenvolve espetáculos teatrais de alto nível técnico e grande relevância política e sociocultural, horizontalizando o acesso à informação no que tange à cultura e história do negro no Brasil e no combate ao racismo, numa trajetória ascendente, o que coloca o grupo entre os expoentes do Teatro Negro no Brasil.

 

Diversidade Periférica

Criado em 2017, o projeto Diversidade Periférica é uma parceria entre artistas, produtores e grupos culturais das periferias de Belo Horizonte. O objetivo é trazer ao público as iniciativas, manifestações e práticas artístico-culturais produzidas nas comunidades, além de promover o acesso e a aproximação destes moradores à programação e atividades do Memorial Vale. A curadora é Patrícia Alencar, mineira nascida na favela do Morro do Papagaio, em Belo Horizonte. É ativista social, gestora cultural, arte educadora e dançarina, engajada na luta contra o racismo e pela igualdade social, desenvolve suas atividades desde de 1998. Hoje é uma das Diretoras da CUFA (Central Única de Favelas), co-fundadora da Frente Favela Brasil e também faz parte da Associação Sócio Cultural Bataka. Produziu eventos de relevância para Belo Horizonte, como o Dia das Favelas, Taça das Favelas, Carnafavela, Hip Hop Rua, entre outros. Sua atuação tem como premissa a transformação social por meio das artes e por meio do protagonismo de moradores de favelas.

 

 

SERVIÇO

Teatro Negro e Atitude apresenta “À Sombra da Goiabeira”, no Memorial Vale

Data: 23 de janeiro, quinta

Horário: 19 horas

Local: Memorial Vale, Belo Horizonte, Praça da Liberdade, 640, esquina com Gonçalves Dias.

ENTRADA GRATUITA, com retirada de senhas uma hora antes do evento.

 

Horário de funcionamento: terças, quartas, sextas e sábados, das 10h às 17h30, com permanência até 18h. Quintas, das 10h às 21h30, com permanência até 22h. Domingos, das 10h às 15h30, com permanência até 16h.

 

Janine Horta

Luz Comunicação

www.luzcomunicacao.com.br

31 9.9743-4013